.
TORQUE Comunicação e Internet
Internet Início, meio e fim da rede mundial

Glossário de termos
usados na Internet
A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z @
- A - - A -

Acceptable Use Policy (AUP) - Regras de boa conduta para a utilização correta da rede e seus servicos. Pode ser um documento distribuído ao novo utilizador de um determinado sistema.

Acesso Dedicado
Forma de acesso à Internet no qual o computador fica conectado permanentemente com a rede. Normalmente, o acesso dedicado é utilizado por empresas que vendem acesso e serviços aos usuários finais. Empresas de grande porte também estão conectando suas redes internas de forma dedicada à Internet. Além disso, todos os servidores encontrados na rede, como Web sites e servidores de FTP, mantém uma ligação permanente para que os usuários possam acessá-los a qualquer momento. Nesse tipo de ligação, o computador recebe um endereço único pelo qual pode ser localizado.

Acesso Discado (Dial-up)
É o tipo de acesso dos usuários comuns. Para utilizá-lo, basta um computador, linha telefônica e modem. O usuário utiliza o computador (com um programa de comunicação) para fazer a ligação até o seu fornecedor de acesso. Ao ser recebido pelo computador do fornecedor de acesso, deve fornecer seu nome de usuário e senha para poder entrar no sistema.

Active-X
Linguagem de programação criada pela Microsoft que permite a inclusão de itens multimídia em páginas Web.

ADC (Analog to Digital Converter)
Conversor Analógico-Digital. Uma placa de som que pode gravar sons.

ADSL (Asymmetric Digital Subscriber Line)
Sistema de transmissão de dados através de linhas telefônicas tradicionais. Com a ADSL. a frequência do sinal chega à sua casa é dividida em 3 canais: de 0 a 4 Khz para o serviço normal de telefonia e o restante para o upstream (velocidade de upload feito pelo usuário), que pode chegar a 640 Kbps, e downstream, que opera na faixa de 6 Mbps. O principal problema do ADSL é, além dos elevados custos dos equipamentos adicionais e do serviço propriamente dito, as distâncias entre a casa do usuário e a central não podem ser maiores do que 3,7 quilômetros.

.aiff
Um dos muitos formatos de arquivos de som para Mac.

Agent
Um programa de computador ou processo que opera sobre uma aplicação cliente ou servidor e realiza uma função específica, como uma troca de informações.

Alias
Significa segundo nome, ou apelido. Pode referenciar um endereço eletrônico alternativo de uma pessoa ou grupo de pessoas, ou um segundo nome de uma máquina. É também um dos comandos básicos do UNIX.

Anchor
É uma marcação inserida em um ponto de uma página Web, de forma que se tenha referência a este ponto em uma determinada URL. Assim, partindo desta URL, você é levado diretamente para o ponto da marcação.

Anonymous - Anônimo. Normalmente utilizado para o login num servidor FTP, para indicar que se trata de um utilizador não registado na máquina em questão. A senha a fornecer deve ser o endereço eletrônico.

ANSI
Acrônimo de American National Standards Institute, uma organização afiliada à ISO e que é a principal organização norte-americana envolvida na definição de padrões (normas técnicas) básicos como o ASCII.

Aplicação
Programa que faz uso de serviços de rede tais como transferência de arquivos, login remoto e correio eletrônico.

Artigo (article)
Qualquer mensagem enviada para os grupos de discussão (newsgroups).

API (Application Programming Interface)
Um conjunto de funções e sub-rotinas usadas para ativar um determinado dispositivo no programa. A Microsoft utiliza várias APIs nas várias versões do Windows, como a Win16 API, Win32 API, a OLE API e a Telephony API, entre outras. Quando um programa executa uma função em que estão envolvidos recursos do sistema operacional, muito provavelmente ele está,fazendo uma chamada para alguma API do Windows.

Applet
Pequeno programa escrito em linguagem Java para ser inserido em uma página Web. A expressão applet é usada para diferenciá-los dos aplicativos, que também podem ser criados com a linguagem Java e executados em qualquer computador, sem o auxílio do browser.

Archie
Ferramenta de procura de arquivos. Para consultá-lo, usa-se o Telnet ou enviam-se comandos por e-mail. O Archie devolve uma lista com os arquivos encontrados através de palavras-chave ou através de alguma descrição. Existem vários servidores Archie espalhados pela rede. Ao usá-lo, localize o mais próximo de você.

Arpanet
Rede de computadores criada em 69 pelo Departamento de Defesa norte-americano, interligando instituições militares. Em meados dos anos 70 várias grandes universidades americanas aderiram à rede, que deu lugar à Internet.

ASCII (American Standard Code for Information Interchange)
Padrão muito usado em todo o mundo, no qual números, letras maiúsculas e minúsculas, alguns sinais de pontuação, alguns símbolos e códigos de controle correspondem a números de 0 a 127. Com o ASCII, os documentos criados são facilmente transferidos através da Internet.

Assinatura
1. Um arquivo (tipicamente de três ou quatro linhas) que as pessoas inserem no fim de suas mensagens para adicionar nome, endereço, telefone e, em alguns casos mais criativos (ou exibicionistas, dependendo do ponto de vista), citações e desenhos feitos com caracteres, conhecidos como arte ASCII. Veja também: arte ASCII.
2. (Fazer uma assinatura.) Entrar em uma lista de distribuição ou newsgroup.
3. Contrato realizado com um fornecedor de acesso ou serviço. Ao fazer uma assinatura (também chamada de conta) junto a um fornecedor de acesso ou serviço, o usuário recebe um nome pelo qual será identificado na rede (chamado de username, nome de usuário ou apelido) e uma senha para garantir a segurança do acesso.

Auto-estrada da Informação
Uma ligação ou conjunto de ligações entre computadores, formando uma rede de redes, de preferência com meios de comunicação extremamente rápidos. Um nome abusivamente usado por vezes (sobretudo nas mídias tradicionais) para designar a Internet, embora nela ainda tenhamos que
conviver com interligações bastante lentas.

Assíncrono
O tipo mais comum de comunicação serial ou por modem. Cada caracter vem entre bits de início e de fim, e a temporarização entre os caracteres pode ser desigual. Seu oposto é a transmissão síncrona, usada na comunicação com alguns mainframes e microcomputadores.

AT (Conjunto de comandos)
Comandos usados por modem Hayes e compatíveis. Todos os comandos se iniciam pelas letras AT. Entre os comandos mais comuns, estão:
ATDT ou ATDP (disca um número em modo Tone ou Pulse)
ATA (responder manualmente ao telefone)
ATZ (redefinir o modem)
ATSO=0 (desativar a resposta automática)
ATH (desligar o telefone)

ATM (Asynchronous Transfer Mode)
Método para liberar largura de banda. É uma tecnologia projetada para permitir que a informação viaje mais rápido ao maximizar a capacidade disponível na rede.

Attachment
Literalmente significa "anexo". A expressão é utilizada para designar arquivos que acompanham mensagens de e-mail, newsgroup ou BBS. Não há restrição quanto ao tipo de arquivo que pode ser enviado (texto, imagem, som, programa, etc.).

.au
Formato de arquivos de som do sistema operacional Unix.

.avi
Abreviação para Audio Video Interleaved, o formato de arquivos audiovisuais para Windows. No Windows 3.1, é preciso ter o Video for Windows instalado para visualizar arquivos neste formato. Os usuários do Windows 95 não precisam se preocupar em instalar outro programa, porque o suporte a arquivos .AVI já vem com o sistema.

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z @
- B - - B -

B
Abreviação de Byte (e não bit) que representa a quantidade de armazenamento nas unidades de disco ou memória do seu computador. Corresponde a um conjunto de oito bits que podem representar um número ou caractér.

Backbone
Em português, espinha dorsal. O backbone é o trecho de maior capacidade da rede e tem o objetivo de conectar várias redes locais. No Brasil, foi a RNP (Rede Nacional de Pesquisa) que criou o primeiro backbone da Internet, a princípio para atender entidades acadêmicas que queriam se conectar à rede. Em 1995, a Embratel começou a montar um backbone paralelo ao da RNP para oferecer serviços de conexão a empresas privadas. Os fornecedores de acesso costumam estar ligados direta e permanentemente ao backbone.

Backup
Cópia de segurança, geralmente mantida em disquetes, fitas magnéticas ou CD-R, que permitem o resgate de informações importantes ou programas em caso de falha do disco rígido.

Baixar (Download)
Processo de transferência de arquivos de um computador remoto para o seu através de modem e programa específico.

Banco de dados (database)
Em termos de Internet, computador que contém um número muito grande de informações, que podem ser acessadas pela rede.

Bandwidth
Largura de banda. Termo que designa a quantidade de informação passível de ser transmitida por unidade de tempo, num determinado meio de comunicação (fio, fibra ótica, etc). Normalmente medida em bits por segundo, kilobits por segundo, megabits por segundo, etc.

Banner
Anúncio colocado em páginas de Web. O banner, ao contrário do grabber, não tem uma ligação de hipertexto para o Web site do anunciate.

Baud rate
O termo baud rate é utilizado como medida de velocidade de transmissão de informação entre computadores através de linhas telefônicas. Baud rate é frequentemente utilizado como sinônimo de bits por segundo (bps), apesar de não ser tecnicamente verdadeiro. O nome baud vem de J. M. Baudot, inventor do código telegráfico Baudot. Veja também: bps.

BBS (Bulletin Board System)
Um BBS pode ser definido como um computador que aceita ligações de usuários externos e oferece serviços como troca de arquivos, correio eletrônico, chat, jogos e informações. Alguns BBSs fazem conexões regulares entre si, formando redes de trocas de mensagens, como Fidonet e RBT. Outros expandiram seus serviços oferecendo também conexão à Internet. Como os BBS normalmente não mantém ligações dedicadas com a rede, o acesso à Internet costuma ser limitado ao uso do correio eletrônico. Empresas como Compuserve, America Online e Prodigy podem ser chamadas de grandes BBSs, mas a melhor definição é a de serviço online.

Biblioteca
Conjunto de rotinas de programação desenvolvidos pelo fabricante de um produto de desenvolvimento ou por terceiros. As rotinas podem ser incorporadas aos programas criados, seja para implementar determinada função ou para criar a interface entre o novo programa e o sistema operacional.

Binário
Sistema de numeração composto por dois dígitos (0 e 1) usado para representação interna de informação nos computadores. Se refere também a qualquer formato de arquivo cuja informação é codificada em algum formato que não o padrão character encoding scheme (método de codificação de caracteres). Um arquivo escrito em formato binário contém um tipo de informação que não é mostrada como caracteres. Um software capaz de entender o método de codificação de formato binário é necessário para interpretar a informação em um arquivo binário. O formato binário normalmente é utilizado para armazenar mais informação em menos espaço.

BinHex
Um formato de conversão de arquivos que converte arquivos que estão em binário para texto ASCII. Este formato é utilizado, principalmente, pelos microcomputadores Macintosh.

BIOS (Basic Input Output Services)
Sistema básico de entrada e saída. A camada de controle de trânsito entre o hardware do seu computador e o software que aceita as teclas digitadas e redireciona os dados para e a partir do monitor, das unidades de disco e das portas de I/O. As informações estão contidas em um chip de memória ROM denominado ROM- BIOS.

bit
Dígito binário, um único 0 ou 1, ativado ou desativado, armazenado no seu computador. Quatro bits formam um nibble (termo raramente usado), e 8 bits formam um byte, o equivalente a um único caracter. As CPUs possuem 8, 16 ou 32 bits. Isso se refere à quantidade de informações que podem processar de cada vez.

Bitmap
Tipo de representação de imagem no qual cada ponto da imagem é associado a um valor. Tradicionalmente, esse valor era um bit, que podia assumir o valor zero ou um, indicando se o ponto correspondente seria representado em preto ou branco. Atualmente, cada ponto da imagem pode ser associado a até 24 bits, permitindo que uma grande quantidade de cores seja associada a cada ponto.

Bitnet
Because It's Time Network (Bitnet) é uma rede educacional internacional que liga computadores em aproximadamente 2.500 universidades e institutos de pesquisa no mundo todo. A Bitnet não usa o protocolo da Internet, o TCP/IP, mas pode trocar mensagens de correio eletrônico com essa rede. Até o início dos anos 90, a Bitnet tinha alguma importância na conectividade mundial, mas foi definitivamente suplantada pela maior abrangância da Internet. A principal aplicação da Bitnet tem sido a manutenção de listas de distribuição. A diferença mais visível entre Bitnet e Internet está nos endereços dos servidores. Os endereços Bitnet não vêm acompanhados de pontos para separar nomes de máquinas de domínios. Um endereço típico da Bitnet seria listserv@bitnic.

Bookmark
Uma ferramenta presente em todos os browsers atuais que serve como um bloco virtual de anotações. Nele, o usuário guarda os endereços que mais lhe interessam para poder acessá-los quando quiser.

Boot
Procedimento de carregar um sistema operacional na memória RAM principal, executado por um pequeno programa, contido no BIOS da memória ROM, que instrui o microprocessador sobre como proceder para localizar o sistema operacional no disco e carregá-lo na memória.

BYTE
8 bits.

BPS
BPS (bits por segundo) é uma medida de velocidade de transmissão de dados. É utilizada para avaliar a velocidade de modems e conexões como linhas dedicadas. Você também vai encontrar Kbps (equivalente a mil bps) e Mbps (equivalente 1 milhão de bps).

Bridge
Um dispositivo que conecta duas ou mais redes de computadores transferindo, seletivamente, dados entre ambas.

Browser (navegador de WWW)
Programa utilizado para visualizar na tela as páginas da World Wide Web.

Buffer
Local de armazenamento temporário de informações. Buffer (pronuncia-se "bâfer") de rolagem, por exemplo, como sugere o nome, é a área da memória que guarda as informações que não cabem na tela. Quando você rola uma tela muito comprida, a parte que você não vê está guardada no buffer de rolagem. O buffer de teclado, por sua vez, guarda todas as teclas que você pressionou, na ordem correta, mesmo que a tela não apresente o resultado instantaneamente.

Bug
Um erro de programação ou fabricação que causa um defeito na funcionalidade de um programa ou hardware. Às vezes, o defeito não é grave e o usuário pode conviver com ele; outras vezes, pode impedir por completo a utilização do produto.

Bus (barramento)
Conjunto de linhas condutoras elétricas que interligam os diversos elementos dentro do computador. Geralmente tem a forma de linhas sobre uma placa de circuito impresso.

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z @
- C - - C -

CAD (Computer Aided Design)
Projeto com Auxílio de Computador. Refere-se ao uso do computador no desenho e projeção de peças industriais, componentes de máquinas ou
projetos arquitetônicos e de engenharia.

CD-R
Tipo de CD que pode ser gravado com o auxílio de um drive especial. Geralmente usado para fazer backup de dados e programas ou "pirataria".

CD-ROM
Compact Disk Read Only Memory. Disco de armazenamento de informações que não lhe permite acrescentar dados, mas apenas ler a partir dele.

Cello
Um programa (browser) para navegar no WWW.

CERN
Trata-se do Laboratório Europeu de Física de Partículas, localizado em Genebra, Suíça. A sigla Cern é de seu nome anterior, Conseil Européen pour la Recherche Nucleaire (Conselho Europeu para Pesquisa Nuclear). Para os usuários Internet, o Cern é conhecido como o local onde foi desenvolvido a World Wide Web.

CERT
Computer Emergency Response Team. Organismo criado em 1988 pela Darpa, visando tratar questões de segurança em redes, em particular na Internet.

CGI (Computer Generated Images)
Imagens geradas por computador. O diretório (ou folder) \CGI, nos servidores de home pages, são usados não apenas para guardar as imagens expostas na Web, como também para armazenar os pequenos processos que se desenrolam na página, como as gifs animadas, arquivos de som, etc.

CGI (Common Gatyway Interface)
É uma interface para programadores desenvolverem scripts ou aplicativos que rodam por trás de um servidor Web. Estes scripts podem gerar texto ou outro tipo de dados em tempo real, em resposta a um input do usuário (exemplo: contador de usuários, sistemas de busca). Também podem levar respostas do usuário para o computador central (exemplo: quando a pessoa preenche um formulário online e envia para o provedor).

Chain Letter (ou Chain Mail)
Uma carta que é recebida por alguém e enviada para várias pessoas e assim sucessivamente até que se torna excessivamente difundida. Normalmente o seu texto incita à difusão da carta por outras pessoas.

Character Encoding Scheme
Método de codificação de caracteres; incluindo os alfabéticos, números,
pontuação e outras marcações, além de caracteres de controle usando
números binários. Para um computador "escrever" a letra A ou o número 7
na tela, por exemplo, nós precisamos ter uma maneira de dizer a ele que
um determinado grupo de bits representa a letra A ou o número 7. Existem padrões, comumente chamados de "conjunto de caracteres", que estabelecem que um determinado byte representa um A, e outro byte refere-se ao 7. Os dois padrões mais comuns para representação de caracteres em bytes são ASCII e EBCDIC.

Chat
Conversa em tempo real através do computador. Em alguns sistemas mais antigos de chat, a tela é dividida em duas. Cada parte contém o texto de um dos interlocutores. Novos sistemas permitem a criação de "salas" de conversa em páginas de Web. O Netscape Chat, programa auxiliar do navegador Netscape, permite que várias pessoas troquem mensagens ao mesmo tempo e compartilhem endereços de páginas, permitindo uma forma de navegação em grupo. O chat na Internet ficou famoso através do servidores de IRC (Internet Relay Chat), onde são criadas as várias "salas" ou "canais" para abrigar os usuários.

Chips
Circuitos integrados formados por milhões de minúsculos componentes que desempenham uma função específica.

Ciberespaço
Termo criado pelo escritor William Gibson e inspirado no estado de transe em que ficam os aficcionados de videogame durante uma partida. A palavra foi utilizada pela primeira vez no livro Neuromancer, de 1984, e adotada desde então pelos usuários da Internet como sinônimo de rede.

Cliente
Programa que requisita serviços a um servidor. A Internet é toda baseada em uma estrutura de cliente/servidor. Por isso, cada um de seus serviços (correio eletrônico, FTP, WWW etc.) funciona basicamente com esse par de programas. Para cada tipo de cliente, há um servidor correspondente. Na Web, os programas clientes são os navegadores, enquanto os servidores são os programas que armazenam as páginas e verificam as autorizações dos usuários para acessar determinados arquivos, além de executar programas especiais (de busca, por exemplo).

Cliente-Servidor
Modo de distribuição de informações pela rede envolvendo o uso de um pequeno número de programas servidores para fornecer dados aos programas clientes, instalados ao longo da rede em muito computadores. Com um banco de dados, o programa servidor fornece informações que lhe são solicitadas. O Gopher e o Archie são exemplos de sistemas cliente-servidor.

Cluster
A menor unidade de leitura ou gravação em disco do sistema operacional. Seu tamanho é variável, em função do tamanho do disco. Se o cluster mede 32 KB, qualquer arquivo menor que esse número ocupa, obrigatoriamente, um espaço de 32 KB.

CMOS (Complementary Metal-Oxide Semiconductor)
Um tipo de memória que armazena informações de configuração que perduram, através de bateria, mesmo se o computador for desligado, como relógio e calendário, dados do disco rígido ou senha de acesso ao computador.

CMYK (Cian, Magenta,Yellow e Black)
Sistema de quatro cores que, combinadas, podem gerar outras cores. Bastante usado em impressão e trabalhos gráficos.

Código Fonte
Durante o desenvolvimento de um programa, ele é inicialmente escrito em uma linguagem de programação (chamada neste caso de linguagem de alto nível) e depois traduzido, com o auxílio de um programa especial chamado compilador, para uma forma que pode ser entendida pelo computador. O código fonte é a versão do programa na linguagem na qual ele foi escrito. A disponibilidade do código fonte permite que um programador modifique o programa.

COM (communications)
Porta de comunicações ou porta serial usada por modems, mouses e algumas impressoras. O DOS define essas portas como COM1, COM2, COM3 e COM4.

Compressão
Processo pelo qual, através de programas específicos, procura-se diminuir o tamanho dos arquivos, sem perda de dados, para que ocupem menos área nos discos.

Conectividade
O termo refere-se às redes de comunicação ou ao ato de comunicar entre computadores e terminais.

Conexão
Ligação do seu computador a um computador remoto.

Conexão Direta
Ligação permanente entre dois computadores. Também é conhecida como linha dedicada.

Conta
Ter uma conta em um fornecedor de acesso é como ser sócio de um clube. O titular da conta recebe um nome de usuário (username ou apelido) e senha para acessar o sistema. Paga uma mensalidade de acordo com os serviços que utiliza e dependendo dos planos de pagamento do fornecedor de acesso.

Controle de fluxo
O processo de início-fim de handshaking que impede que seu modem ou impressora serial receba uma quantidade excessiva de dados do seu computador ou de outro modem. O controle de fluxo de software é chamado de XON/XOFF (transmissor ativado e desativado). O controle de fluxo de hardware é chamado de RTS/CTS (request/clear to send). Geralmente, o controle de fluxo de software pode ser melhor e mais rápido. Na sua configuração, selecione o controle de hardware se você souber que o outro sistema também o utiliza (o controle de software não pode ser usado neste caso), selecione a opção "nenhum" se o outo sistema não tiver controle de fluxo excessivo e selecione XON/XOFF se não souber qual é o tipo de controle usado pelo outro sistema.

Correio eletrônico (E-mail)
Forma de trocar mensagens entre usuários. Não é necessário que o destinatário esteja conectado à rede no momento em que a mensagem chegar. Um aviso indicando quantas mensagens novas existem será apresentado assim que o usuário se conectar ao sistema. É possível enviar cópias de mensagens para várias pessoas e também guardar as mensagens enviadas. Pode-se ainda usar o correio eletrônico para participar de listas de distribuição.

Cracker
É aquele tipo de pessoa que tenta acessar sistemas sem autorização. Essas pessoas geralmente não têm as melhores intenções, ao contrário dos hackers, e possuem muitos meios de quebrar um sistema.

Criptografar (encriptar)  
Criptografar um arquivo significa convertê-lo num código secreto, para que as informações nele contidas não possam ser utilizadas ou lidas até serem decodificadas.

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z @
 - D -  - D - 

DAC (Digital to Analog Converter)
Conversor Digital-Analógico. Uma placa de som que pode reproduzir sons armazenados em um arquivo.

Dados
Qualquer tipo de informação (em um processador de texto, programa de imagem, etc.) processada pelo computador.

daemon
Programa que é executado num computador e está pronto a receber instruções/pedidos de outros programas para a execução de determinada ação.

DAT
Digital Audio Tape. Uma fita de armazenamento de alta densidade.

Database
Em termos de Internet, computador que contém um número muito grande de informações, que podem ser acessadas pela rede.

Dataram
Pacote de informação que contém os dados do usuário, permitindo sua transferência numa rede de pacotes.

DDN
Acrônimo para Defense Data Network, uma porção da Internet que conecta bases militares norte-americanas e seus fornecedores e é usada para comunicações não-confidenciais. MILNET é uma das redes DDN.

Default
Valor padrão fornecido automaticamente pelo sistema operacional, quando não fornecido pelo usuário.

Desfragmentação
Processo que consiste em rearranjar os arquivos gravados num disco de tal modo que cada um deles ocupe áreas contínuas. Um nível de fragmentação muito alto (arquivos divididos em pedaços) compromete o desempenho do sistema, já que a cabeça de leitura do disco precisa movimentar-se mais para encontrar as informações espalhadas.

Dial-up
Método de acesso a uma rede ou computador remoto via rede telefônica, discando o número onde está a rede ou computador.

.dib
Device-Independent Bitmap. Um formato usado em Windows para armazenar imagens gráficas.

Diretório (directory)
Arquivos em alguns sistemas de computadores que ficam agrupados juntos. Arquivos comuns para um mesmo tópico geralmente ficam organizados em diretórios e subdiretórios separados.

Dithering
Pontilhamento. Uma maneira de criar transição de cores, gerando imagens mais realistas em diferentes modos de vídeo e com diferentes paletas de cores. Trata-se da técnica de simular as cores que não estão presentes na paleta de uma determinada imagem. Funciona combinando pixels de diferentes cores que geram uma outra cor, substituindo as ausentes.

DLL (Dynamic Link Library)
Biblioteca de Conexão Dinâmica. Um conjunto de funções e rotinas de programação que podem ser acessadas dinamicamente por um programa. Isso significa que tais funções e rotinas são acrescentadas ao código do programa na medida em que surge a necessidade de usá-las.

DMA (Direct Memory Access)
Acesso direto à memória por dispositivo periférico inteligente, de entrada e saída, com capacidade para ler ou gravar diretamente na memória, sem a interferência do microprocessador. Nas operações de DMA, os dados são transferidos diretamente entre a memória e o dispositivo de entrada/saída, sem ser necessária a intervenção da CPU a cada byte transferido.

DNS
O Domain Name System (DNS) converte nomes Internet em seus números correspondentes e vice versa. Originalmente, os computadores da Internet eram identificados apenas por números, como 200.255.277.1. Com o DNS, foi possível das nomes aos computadores, como www.torque.com.br.

Domínio (Domain)
É uma parte da hierarquia de nomes de computadores da Internet. Pelos domínios, é possível que possuem computadores na rede. Um nome de domínio consiste de uma seqüência de nomes separados por ponto, por exemplo, www.torque.com.br. Neste caso, dentro do domínio torque.com.br, o administrador do sistema pode criar diferentes grupos como ftp.torque.com.br ou news.torque.com.br, conforme ele desejar.

Domínio público (software de)
O software de domínio público pode ser usado, copiado, alterado e até mesmo vendido livremente. O autor do programa abdicou de todos os direitos sobre o produto.

Dot pitch
A distância entre os pequenos pontos luminosos na tela do computador. Quanto menor for o dot pitch, mais nítidas serão as imagens.

Download
Quando o usuário copia um arquivo da rede apra o seu computador, ele está fazendo um download. A expressão pode ser aplicada para cópia de arquivos em servidores de FTP, imagens tiradas direto da tela do navegador e quando as mensagens são trazidas para o computador do usuário. Também fala-se em download quando, durante o acesso a uma página de Web, os arquivos estão sendo transmitidos. Não existe tradução razoável para o termo, mas no jargão da computação costuma-se falar em "baixar" um arquivo.

dpi (dots per inch ou ponto por polegada)
Medida da resolução da imagem de uma impressora ou monitor.

DRAM (Dynamic Random Access Memory ou Dynamic RAM)
Memória Dinâmica de Acesso Aleatório. Tipo de chip de memória que requer que seu conteúdo seja atualizado freqüentemente.

Drivers
Itens de software que permitem que o computador se comunique com um acessório específico, como uma determinada placa. Cada acessório exige um driver específico.

DVD (Digital Versatile Disk)
Disco com aspecto idêntico ao de um CD, com capacidade de armazenamento de 4,7 GB, o equivalente a cerca de sete CD-ROMs. Pode armazenar 135 minutos de filme com três trilhas de som diferentes e quatro versões de legendas. A especificação técnica do DVD também prevê futuras versões com maior capacidade, chegando a espantosos 17 GB, o suficiente para armazenar 8 horas de filme ou 9 horas seguidas de música.

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z @
- E -  - E - 

EDO RAM (Extended Data Out Random Access Memory)
Tipo aperfeiçoado de memória RAM que se alega proporcionar aumento de desempenho de até 30% em relação a memória FPM (Fast Page Mode), com pouco custo adicional, aumentando a velocidade de transações de memória por eliminar estados de espera entre as execuções de comandos de leitura seqüencial. Ver SDRAM.

E-Mail
Veja correio eletrônico.

E-mail address
Caixa postal para troca de mensagens na rede. É o endereço para onde devem ser enviadas as mensagens. O endereço de e-mail é formado nome de usuário (username ou apelido) e o nome de domínio a que ele pertence.
Por exemplo: joao@torque.com.br. Neste exemplo, joao é o apelido que o usuário escolheu para utilizar na Torque. E torque.com.br é o nome de domínio do Torque.

Emulador de Terminal
Programa que permite a um microcomputador se comportar como um terminal.

Encoding
Codificação; compressão de um arquivo. Quando você transfere filmes devídeo para arquivos de computador, você os está codificando.

Endereço IP
Número especialmente desenvolvido para acessar um computador na Internet.

Ethernet
Um padrão muito usado para a conexão física de redes locais, originalmente desenvolvido pelo Palo Alto Research Center (PARC) da Xerox nos EUA. Descreve protocolo, cabeamento, topologia e mecanismos de transmissão. A informação pode ser transmitida em modo "Broadcast", ou seja, para todos os outros computadores da rede e não apenas para um só.

External
Um acessório que reside em seu próprio gabinete - não dentro do computador.

Emoticons
Combinação de letras símbolos que significam reações.
:-) Cara básica. Significa a intenção bem-humorada do autor.
;-) Piscada de olho. O usuário acabou de fazer um comentário sarcástico.
:-( Cara de insatisfação. O usuário não gostou de um comentário, e fica triste.
:-() Cara de Surpresa e espanto.
:-I Indiferença, não-compreensão.
:->O usuário acaba de fazer um comentário realmente sarcástico.
>:->O usuário, desta vez, faz um comentário realmente diabólico.
>;-> Algo de muito obsceno acaba de ser dito.
Combinação de algo diabólico e uma piscada de olho.

Eudora - Um programa/leitor de correio eletrônico muito completo, existente em varias plataformas, entre elas, os Macintosh e PC (Windows).

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z @
- F - - F -

FAQ (Frequently Asked Questions)
Documento com perguntas e respostas mais comuns sobre um assunto específico. Cada grupo de discussão e lista de distribuição costuma ter a sua própria FAQ. Faz parte do bom comportamento do cidadão da rede ler a FAQ do grupo antes de fazer uma pergunta. A função da FAQ é justamente reunir informação básica sobre um assunto para que a cada novo usuário que chegue em um grupo não repita perguntas já respondidas anteriormente.

FAT (File Allocation Table)
Tabela de Alocação de Arquivos. Uma tabela, gravada no próprio disco, que indica quais setores estão disponíveis e quais contém dados de arquivos. Inicialmente, quando um disco é formatado, todos os setores estão disponíveis. Quando você grava arquivos, a FAT vai sendo alterada para indicar os setores e arquivos utilizados. Mais detalhes, neste site, página de Hardware.

FAT32
Sistema de 32 bits de acesso a disco. Esse novo padrão (utilizado no Windows95, versão OSR2) de gravação de arquivos aproveita melhor o espaço em disco.

FDDI
Acrônimo de Fiber Distributed Data Interface, um padrão para o uso de cabos de fibras óticas em redes locais (LANs) e metropolitanas (MANs). A FDDI fornece especificações para a velocidade de transmissão de dados (alta, 100 Mbps), em redes em anel, podendo, por exemplo, conectar 1000 estações de trabalho a distâncias de até 200 Km.

Fibra Ótica
Cabos de comunicação que usam fios de vidro finos para transmitir pulsos de luz. Teoricamente, um único cabo permite transmissões de bilhões de bits por segundo.

Fidonet
Rede mundial de BBS, baseada no uso do protocolo Fido, que interliga computadores pessoais via linhas telefônicas comuns.

Finger
Um serviço Internet que permite obter informações sobre outros usuários. O resultado de uma consulta via finger pode retornar o endereço, o nome real do usuário, a última vez que ele usou a rede, quantas mensagens não lidas existem em sua caixa postal e, se estiver disponível, o conteúdo do plan file. É possível também usar o finger para descobrir informações sobre um determinado servidor. Nesse caso, consegue-se uma lista dos usuários que estão usando a máquina naquele momento.

Firewall
Um sistema de segurança cujo principal objetivo é filtrar o acesso a uma rede. As empresas utilizam o firewall para proteger as suas redes internas conectadas à Internet contra a entrada de usuários não autorizados.

Flame (em chamas)
Usado para a postagem de mensagens provocativas ou polêmicas, podendo causar conseqüências negativas. O usuário que envia essas mensagens é conhecido por flamer.

Foo
Uma palavra comumente usada para exemplificar qualquer coisa em literatura técnica na área de informática. Ela freqüentemente aparece em exemplos de nomes de domínios como ana@foo.bar.com.x

Fórum
Termo genérico para grupo de discussão. A palavra fórum pode ser aplicada tanto para grupos de discussão da Usenet, como para listas de distribuição. Em serviços on-line americanos, a palavra fórum é utilizada para descrever os grupos de discussão internos.

Frames
Nome dados às janelas que dividem algumas home pages em campos de acesso e visualização de outras páginas.

Freenet
Um fornecedor de acesso comunitário à rede que não exige cobrança de taxa. O acesso é fornecido dentro de bibliotecas públicas ou por linhas discadas. Oferece serviços de grupos de discussão, correio eletrônico e acesso (normalmente restrito) à Internet. O Canadá é o país onde se desenvolveu o maior número de freenets.

Freeware
Software distribuído gratuitamente e que permite ilimitado número de cópias, além de não exigir nenhum tipo de registro. Diferente do software de domínio público, o autor do freeware mantém os direitos autorais sobre o produto e pode impedir a sua modificação, comercialização ou inclusão em um pacote de programas.

FTP (File Transfer Protocol)
Protocolo para transferência de arquivos. O FTP pode ser utilizado para copiar arquivos da rede para o computador do usuário e vice versa. Os navegadores de WWW podem fazer transferências de FTP, mas existem clientes específicos para a tarefa. Os usuários devem informar no cliente de FTP o endereço do servidor. É preciso ter uma conta no servidor e informar nome de usuário (username ou apelido) e senha, a menos que se trate um servidor de FTP anônimo.

FTP anônimo
Serviço que possibilita o acesso a bibliotecas públicas de arquivos via FTP. É nos servidores de FTP anônimo que se encontram os programas disponíveis na Internet. Chama-se FTP anônimo porque o usuário não precisa se identificar na hora de se conectar a um desses servidores. No entanto, a maioria dos servidores de FTP pedem que os usuários enviem o seu endereço de correio eletrônico real como senha. O nome de usuário (username ou apelido) a ser usado é anonymous.

Full-IP
Ligação total à Internet, através de uma linha dedicada, ou outro meio de comunicação permanente. Assim, todos os serviços Internet estão disponíveis no computador que possua este tipo de ligação.

FYI (For Your Information)
Documentos com explicações genéricas sobre TCP/IP e Internet disponíveis na rede. Uma FYI pode ser escrita por qualquer pessoa interessada. Veja também: RFC.

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z @
- G - - G -

Gateway
1. Sistema que faz a ponte entre dois sistemas incompatíveis, como a ligação entre o correio eletrônico interno de uma empresa e o e-mail da Internet.
2. Roteador (na terminologia TCP/IP).

GIF
Sigla para Graphics Interchange Format. Formato de arquivos de imagens mais utilizado na Web. O formato GIF cria arquivos de imagens de tamanho relativamente pequeno em relação aos demais formatos. Graças à essa compactação, é um formato ideal para a utilização na rede. O tipo de compactação utilizada no formato GIF funciona melhor quando a imagem tem áreas contínuas da mesma cor e, principalmente, poucas cores. Por isso, o formato não é muito recomendado para fotos (nesse caso, o formato JPEG é bem mais eficiente).

GNU - GNU's not Unix. Organização/Associação sem fins lucrativos que pretende promover (e promove!) o desenvolvimento de software de todo o tipo (sistemas operacionais, compiladores, etc.) comparavel ao Unix... mas gratuito!

Gopher
Um sistema para busca de documentos na rede por meio de menus. Os documentos armazenados em servidores gopher não usam ligações de hipertexto entre si, como as páginas de Web. Até o surgimento da Web, o gopher era a principal ferramenta de busca de informação na rede. Ainda é possível acessar os servidores gopher através da Web ou usando um programa específico da tarefa. No endereço de uma página gopher, em vez de http:// é usado gopher://. O nome gopher foi inspirado no mascote da Universidade de Minessota, onde o sistema foi inventado.

GPF
Falha Geral de Proteção. Bug do sistema operacional Windows da Microsoft que aparece quando um programa invade a área de memória que outro programa esteja utilizando, interrompendo a execução normal deste.

Grupos de Discussões, Grupos de Notícias
Fóruns globais onde pessoas com interesses em comum trocam informações, debatem idéias e fazem perguntas umas às outras. Tudo através de mensagens que são distribuídas aos usuários pelo esquema de Mailing Listou Newsgroups.

GUI (Interface Gráfica ao Usuário)
Interface que une ícones e funções para realizar tarefas e facilitar a vida do usuário.

Grabber
Anúncio colocado em uma página Web que leva a um Web site ou a mais páginas do anunciante. Outro tipo de anúncio, o banner, não contém ligações de hipertexto.

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z @
 - H -  - H -

Hacker
Uma pessoa que sente prazer em ter um entendimento mais íntimo do funcionamento de um sistema, de um computador e de redes de computadores, em particular. O termo tem sido usado equivocadamente como sinônimo de cracker.

Handshaking
Sinais enviados entre dois modems para assegurar que a conexão entre os dois foi feita, que a velocidade e os protocolos estão corretos e, mais tarde, que os dados foram enviados e aceitos.

Header (cabeçalho)
A parte de um pacote que precede os dados e que contém a fonte, o destino e o endereço, checagem de erros e outros campos. O cabeçalho também é a parte de uma mensagem eletrônica que traz, entre outras coisas, o remetente, dia e hora.

Help desk
Serviço de apoio aos usuários para resolver problemas técnicos.

hierarquia
Hierarquia de diretórios é o conjunto dos diretórios de um determinado sistema de arquivos, que engloba a raiz e todos os subdiretórios. Os newsgroups também estão divididos numa hierarquia, começando nos níveis de topo (início do nome do grupo: soc, comp, sci, rec, misc, etc.) e sub-divididos em vários temas, dentro de cada designação de topo. Por exemplo, existem vários grupos soc.culture, entre os quais o soc.culture.brazilian. Geralmente, os grupos que começam pelo código ISO de um país (por exemplo, br) são distribuídos apenas a nível nacional dentro desse país (por exemplo, br.mercado, br.geral, etc.)

Hiperlink
Nome que se dá às imagens ou palavras que dão acesso a outros conteúdos em um documento hipertexto. O hyperlink pode levar a outra parte do mesmo documento ou a outros documentos.

Hipermídia
A definição formal de hipermídia une os conceitos de hipertexto e multimídia. Ou seja, um documento hipermídia contém imagens, sons, textos e vídeos, como qualquer título multimídia. Além disso, usa ligações de hipertextos para permitir que o usuário salte de um trecho para outro do documento ou até mesmo para um documento diferente. O termo hipermídia também é utilizado como sinônimo de multimídia.

Hipertexto
Documento capaz de incluir em seu conteúdo ligações com outras partes do mesmo documento ou documentos diferentes. As ligações normalmente são indicadas através de uma imagem ou texto em uma cor diferente ou sublinhado. Ao clicar na ligação, o usuário é levado até o texto ligado.

Home page
Muitas pessoas utilizam inadequadamente o termo home page para definir qualquer página na World Wide Web. Rigorosamente, uma home page é a página de entrada de um Web site, mas o termo pode ser usado também para indicar a página principal de uma determinada seção.

Host
Computador ligado permanentemente à rede, que, entre outras coisas, armazena arquivos e permite o acesso de usuários. Também chamado de nó.

Howto
Documentos em formato eletrônico, que acompanham o Linux (versão de domínio público do Unix) e que constituem uma espécie de manual, onde se pode procurar informação sobre quase toda a tarefa de instalação, administração e atualização do Linux.

HTML (HyperText Markup Language)
Linguagem utilizada na produção de páginas de Web. HTML é uma derivação de SGML (Standard Generalized Mark-up Language) e permite a criação de documentos que podem ser lidos em praticamente qualquer tipo de computador e transmitidos pela Internet até por correio eletrônico. Os documentos HTML podem ter ligações de hipertexto entre si. Utilizando-se URLs (endereços de documentos na Web), pode-se criar um documento HTML com ligação para qualquer outro arquivo na Internet. Para escrever documentos HTML não é necessário mais do que um editor de texto simples e conhecimento dos códigos que compõem a linguagem. Os códigos (conhecidos como tags) servem para indicar a função de cada elemento da página Web. O conjunto de tags já está em sua terceira versão, conhecida como HTML 3.0, que permite criar tabelas. Algumas empresas desenvolvedoras de produtos para a Web criaram extensões próprias (que só funcionam com os seus produtos) para HTML. Entre essas empresas estão a Netscape e Microsoft.

HTTP (HyperText Transfer Protocol)
Protocolo de comunicação que viabiliza as ligações entre os clientes de WWW e os Web sites. A sigla HTTP é encontrada nos endereços de páginas Web (as URLs) seguida de ://. Ela informa ao servidor de que forma deve ser atendido o pedido do cliente.

HREF
Símbolo (tag) HTML que, em um link, indica o endereço para o qual este link conduz.

Hytelnet
Banco de dados sempre atualizado, que fornece informações sobre localidades Telnet específicas e ajuda a conectá-las.

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z @
 - I -  - I -

ICQ
Do inglês "I seek you", se refere ao serviço da Internet que permite a um usuário do ICQ (no caso, software), através do servidor da empresa que criou esse serviço, saber se uma determinada pessoa (que tenha registro no ICQ) está conectada a Internet no momento. Alem disso, permite a conexao ponto a ponto com essa pessoa para troca de mensagens (chat), arquivos, ou se utilizar de outros aplicativos como jogos (Quake por exemplo) e comunicaçao por voz (Netmeeting) ou videoconferência (CU-SeeMee). A procura normalmente é feita por um numero individual (chamado de Universal Internet Number, pode ser comparado a um número telefônico) que o usuário recebe ao instalar o programa ICQ e efetuar o cadastro, mas pode também ser realizada através de informações do usuário como nome, e-mail e apelido, que são informados durante o cadastro e se mantém armazenadas no banco de dados do servidor. Por enquanto, tanto este cadastro quanto o uso do serviço é gratuíto. Quando um usuário que esteja registrado no ICQ se conecta a Rede, seu programa comunica ao servidor de ICQ que está online e informa o endereço IP do usuário, permitindo que este possa ser encontrado através desse serviço.

IDE (Integrated Drive Eletronics)
Padrão para placas controladoras de disco no qual parte dos circuitos eletrônicos fica no próprio disco rígido. Veja SCSI.

IETF (Internet Engeneering Task Force)
Comunidade aberta de desenvolvedores de recursos para a Internet.

Infobahn
O mesmo que super-rodovia de informações ou super infohighway. É o conjunto de ligações entre computadores, formando uma rede de redes, com meios de comunicação extremamente rápidos. Nome usado as vezes abusivamente pela mídia tradicional para designar as redes atualmente existentes, em particular a Internet, pois a grande maioria delas ainda tem interligações bastante lentas.

Infomercial
Novo tipo de publicidade que fornece mais informações sobre o produto. É mais comprometido com informar os consumidores sobre as características do produto do que a publicidade tradicional.

Interativo
Processo de comunicação através do qual o usuário recebe resposta imediata a um comando dado ao computador.

Interface
Conexão entre dois dispositivos em um sistema de computação. Também usado para definir o modo (texto ou gráfico) de comunicação entre o computador e o usuário.

Interlaçado
Os arquivos de imagem podem ser gravados no formato GIF 89a interlaçado. Quando utilizados em uma página Web, são apresentados na tela do navegador de forma progressiva. Assim o usuário tem a sensação de que a transmissão está ocorrendo de forma mais rápida. Em novembro de 1995, a Netscape anunciou que o Netscape Navigator a partir da versão 2.0 aceita também imagens progressivas no formato JPEG.

Internauta
Nome dado ao usuário da Internet.

Internet
1. Com inicial maiúscula, significa a "rede das redes", originalmente criada nos EUA, que se tornou uma associação mundial de redes interligadas que utilizam protocolos da família TCP/IP.
2. Com inicial minúscula significa genericamente uma coleção de redes locais e/ou de longa distancia, interligadas por roteadores.

Internet Society
Uma organização voltada a dar apoio ao crescimento e evolução da Internet.

InterNIC (Internet Network Information Center)
Uma organização americana que atribui números IP únicos a quem os pedir e é também o gestor da raiz (topo da hierarquia) do DNS mundial. Também mantém uma série de informações a respeito da Internet. Você pode acessar estas informações via FTP, utilizando o endereço ftp.internic.net.

Intranet
São redes corporativas que se utilizam da tecnologia e infra-estrutura de comunicação de dados da Internet. Utilizadas na comunicação interna da própria empresa e/ou comunicação com outras empresas.

I/O (Entrada/Saída)
Entrada são os dados que fluem para o seu computador. Saída são os dados que fluem para fora. I/O pode se referir às portas paralela e serial, ao teclado, ao monitor de vídeo e aos discos rígidos e flexíveis.

IP
O Internet Protocol (IP) é o protocolo responsável pelo roteamento de pacotes entre dois sistemas que utilizam a família de protocolos TCP/IP, desenvolvida e usada na Internet. O roteamento de pacotes permite dividir a informação em blocos que podem ser enviados separadamente e depois reagrupados no destino.

IP Direto
Veja acesso dedicado.

IRC
Sigla para Internet Relay Chat. Sistema de conversa por computador (chat) em que várias pessoas podem participar ao mesmo tempo em "canais" dedicados a assuntos específicos. As conversas acontecem em tempo real. As frases digitadas pelo usuário aparecem na tela dos demais participantes do canal. Veja também: chat.

IRQ (Interrupt Request)
Um pedido de atenção e de serviço feito à CPU. Em termos técnicos, designa linhas utilizadas pelo hardware para notificar a CPU sobre a necessidade de tempo de processamento.

ISDN [RDSI]
Sigla para Integrated Services Digital Network. No Brasil, a sigla usada é Rede Digital de Serviços Integrados (RDSI). Uma rede digital capas de fornecer serviços de voz, dados, imagens, etc.

ID ou username (nome do usuário)
Endereço que representa uma conta pessoal em um grande computador, joao@torque.com.br

IMG
Abreviação para imagem. Indica um link para um arquivo gráfico. Browsers gráficos permitem que você opte por não carregar as imagens nas páginas Web caso este procedimento consuma tempo demais.

ISO
International Standards Organization. Organização internacional para a definição de normas.

ISP (Internet Service Provider)
Ver Provedor de acesso.

ITU
International Telecommunications Union. Órgão da ONU responsável pelo estabelecimento de normas e padrões em telecomunicações.

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z @
- J -

Java
Linguagem de programação desenvolvida pela Sun Microsystems para a criação de pequenos programas (Applets) para serem distribuidos na Internet. Diferente do JavaScript, o Java permite a criação de uma aplicação independente e possui todos os recursos de uma linguagem destinada à criação de aplicações comerciais, assim como a Linguagem C (que serviu como modelo para o Java) ou o Clipper. Seu sucesso na Web se deve a possibilidade de se criar programas independentes de plataformas. Confira mais informações no site Java da Sun Microsystems. Considerações sobre Java (em português).

JavaScript
Linguagem de Script desenvolvida pela Netscape que complementa a linguagem HTML e precisa de um Browser que a suporte (Explorer 3.0 ou Navigator 2.0). É uma linguagem interpretada (o código-fonte sempre é traduzido para uma linguagem de máquina na hora em que for executado) baseada em objetos, ou seja, ela trata todos os elementos de uma página Web como um objeto. No mesmo arquivo .htm ou .html em que estão os comandos básicos da linguagem HTML, o código JavaScript é inserido de maneira a ser interpretado quando necessário.

JPEG
Sigla para Joint Photographic Experts Group, o nome original do comitê que escreveu o padrão desse formato de compressão de imagens. JPEG foi criado para comprimir imagens tiradas do mundo real. Funciona bem com fotos e desenhos naturalísticos, mas não é tão eficiente com desenhos de letras, linhas e cartoons. O formato JPEG permite uma alta compressão das imagens devido ao seu processo de compressão com perdas. Isso significa que a imagem final pode ficar com qualidade pior do que a original.
A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z @
- K - - K -

K
Em computação, corresponde ao valor 1024 (2 elevado a décima potência).

Kermit
Um programa popular de transferência de arquivos e emulação de terminal.

Keyword ou palavra-chave
Palavra usada em ferramentas de busca ou base de dados, que traz em si o significado de um assunto; assim, através dela, é possível localizar esse assunto.

Knowbot
Uma ferramenta que permite que sejam pesquisados diversos bancos de dados diferentes a procura de endereços eletrônicos e outras informações sobre usuários da Internet.
A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z @
- L - - L -

LAN (Rede Local)
Sigla para Local Area Network, rede de computadores em geral, limitada a um prédio ou conjunto de prédios de uma instituição.

LAN Manager
Sistema operacional de rede, desenvolvido pela Microsoft e pela 3Com, executado nos micros PC. O servidor de arquivos é uma versão do OS/2; os PCs clientes podem ser baseados em OS/2, DOS, Windows 95, Windows NT, Unix ou Macintosh. As funções de espelhamento de disco, duplicação de disco e monitoramento de UPS estão disponíveis como parte do sistema operacional de rede.

LANtastic
Popular sistema operacional de rede, não hierarquizada (ponto a ponto), produzido pela Artisoft Inc. e que pode ser executado com o DOS ou o Windows. A rede pode ser executada com todas as estações compartilhando arquivos com outras estações ou, para melhorar o desempenho, com um PC atuando como servidor de arquivos dedicado. O sistema fornece suporte para até 300 usuários, apresenta um CD-ROM embutido e pode trafegar correio eletrônico de voz, além de poder ser conectado ao ambiente NetWare.

largura de banda
Ver Bandwidth.

latência
Tempo que uma unidade de informação leva a percorrer um dado meio de comunicação. Pode-se, por exemplo, dizer que o tempo de latência de um satélite VSAT é de 300 ms, o que significa que um caracter enviado a partir de um ponto leva 300 ms a chegar a outro, passando pelo satélite.

Leased-line
Linha alugada. A maior parte das linhas que ligam as várias máquinas da Internet são linhas alugadas disponíveis permanentemente. Com uma linha alugada, dois computadores encontram-se em conexão permanente.

Linguagem de Macro
Linguagem de programação simplificada que permite escrever as macros que você pode executar. Sabendo manipular uma linguagem de macros, é possível, por exemplo, criar planilhas muito mais sofisticadas.

Linguagem de Script
Linguagem de programação desenvolvida para um aplicativo específico. O JavaScript e a linguagem utilizada por usuários do mIRC (programa para utilização do recurso de IRC da Internet) são exemplos desse tipo de linguagem.

Linha dedicada
Linha telefônica que fica permanentemente ligada entre dois lugares. Linhas dedicadas são encontradas frequentemente em conexões de tamanho moderado a um provedor de acesso.

Link
Qualquer parte de uma página Web que se conecta a algo mais. Clicando ou selecionando um link, portanto, fará com que esse algo mais apareça. A primeira parte de uma URL mencionada em um link indica o método ou o tipo do link. Os métodos incluem: file (para arquivos locais), ftp, ghoper, http, mailto, news e wais (para algumas formas de procura).

Linux
Nome derivado do nome do autor do núcleo deste sistema operacional, Linus Torvalds. O Linux é hoje em dia um sistema operacional com todas as características do Unix, com uma implantação invejável e em constante evolução... e é de domínio público. Normalmente é distribuído em diferentes "releases" que são um núcleo (recompilável) acompanhado de programas, utilitários, ferramentas, documentação, etc. Um dos releases mais conhecidos é o Slackware.

Listas de discussões, Grupos de discussões
As discussões são carregadas nas mensagens de correio eletrônico para respostas automáticas, que enviam uma cópia de cada mensagem enviada pelo correio eletrônico para qualquer um que tenha assinado a lista para discussões particulares de grupo.

Listserv
Programa que fornece o processamento automático de muitas funções envolvidas com as listas de correspondência (grupos de discussões). O envio, através do correio eletrônico, de mensagens apropriadas para esse programa automaticamente o inscreve (ou cancela a inscrição) como usuário de uma lista de discussão. O listserv também responde solicitações de índices, FAQs, arquivos das discussões anteriores e outros arquivos.

Login  
No endereço eletrônico joao@torque.com.br, o login é o nome que o usuário usa para acessar a rede, neste caso joao. Quando você entra na rede, precisa digitar o seu login, seguido de uma senha (password).

Logoff
Trata-se da desconexão de um sistema de computação, geralmente, selecionando um item de menu ou digitando exit, bye ou logout.

Lynx
Um programa (browser) para navegar no WWW. O lynx foi pensado para ser usado em terminais texto, portanto só se pode visualizar a informação textual, ficando a restante (imagens, sons, etc) disponível para gravação no disco do seu computador para mais tarde ver/ouvir.

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z @
- M - - M -

M
Mega, valor que corresponde a 1024 vezes 1024. Há outras abreviaturas deste tipo, correspondendo a valores maiores que o mega, como G (giga) que equivale a 1024 mega, e o T (tera) que equivale a 1024 giga. Abaixo há um quadro de conversão tomando o byte como unidade. Insira um valor em um dos campos e clique no campo adjacente para fazer a conversão.

Macro
Pequena rotina de programação escrita numa linguagem de macros. Macros são excelentes recursos para realizar tarefas repetitivas e longas como, por exemplo, visualizar uma pequena linha de texto com todas as fontes instaladas no sistema ou, no Excel, realizar operações complexas com números variáveis.

MAN (Metropolitan Area Network)
Uma rede de abrangência metropolitana.

MCI (Media Control Interface)
Uma parte do Windows que gerencia a utilização de diferentes itens multimídia.

Mailing list
Uma lista de endereços de correio eletrônico, usadas por um "explodidor" de mail para enviar mensagens a grupos de pessoas. Pode ser moderada.

Mailto
Em uma URL, mailto indica um link que lhe permitirá enviar um e-mail para a pessoa cujo endereço é seguido na URL.

Mail Server
Programa de computador que responde automaticamente (enviando informações) a mensagens de correio eletrônico com determinado conteúdo.

Mapa clicável
Imagem que com vários hyperlinks que levam a destinos diferentes. Existem dois tipos de mapas clicáveis. No modelo mais antigo, o usuário não sabe qual arquivo será trazido ao colocar o mouse sobre determinada região da imagem (a menos que esteja escrito na imagem). A informação que é passada para o usuário enquanto ele movimenta o cursor sobre a imagem é a posição do cursor, indicada em pixels na margem inferior do navegador. Quando a imagem é clicada, a informação sobre a localização do clique é enviada ao servidor, que consulta uma tabela para descobrir qual arquivo enviar de volta. No modelo mais recente de mapa clicável, introduzido pelo Microsoft Internet Explorer e seguido pelo Netscape Navigator, a informação sobre qual arquivo o servidor deve mandar está já na página HTML. Quando o usuário passa o mouse sobre a imagem, o nome do arquivo aparece na margem inferior (barra de status) do navegador. Assim é possível receber uma resposta mais rápida do servidor.

Memória
Circuitos, componentes ou partes mecânicas de um computador que armazenam informações.

Memória Alta, Reservada ou Superior
Em um PC, a porção de memória RAM principal (de 640 KB a 1024 KB) não utilizada pelo DOS para execução de programas. É ocupada (nos micros com placas de vídeo VGA) pela "memória de vídeo" (640 a 768 k) e pelo "BIOS VGA" (768 a 800 k), ficando vazia a área entre 800 k e 960 k que é utilizada como RAM quando usados programas gerenciadores de memória.

Memória Baixa ou Convencional
A memória RAM principal abaixo de 640k, que é facilmente acessada por todos os programas de DOS.

Memória Cache Primária (level 1 cache)
Área com 16 KB (32 KB na tecnologia MMX) de armazenamento temporário de dados existente no próprio processador. A maior parte dos dados necessários ao processamento fica à disposição nesse cache, reduzindo o número de leituras no disco.

Memória Cache Secundária (level 2 cache)
Área com cerca de 256 KB (ou 512 KB atualmente) para armazenamento temporário das últimas informações operadas pelo micro. Responde, em média, por 10% do processamento geral do computador. Se encontra entre a CPU e a memória principal. Mais detalhes, neste site, página de Hardware.

Memória de Vídeo
Chips de memória usados por uma placa de vídeo para processar as imagens. Quanto mais memória uma placa tiver, maior será a resolução que ela pode atingir.

MIME (Multipurpose Internet Mail Extensions)
É um aperfeiçoamento dos padrões do sistema de correio da Internet, que possui a habilidade de transferir dados não-textuais como gráficos, áudio e fax e permite que se envie mensagens com a acentuação em português.

Modem (MOdulator/DEModulator)
Dispositivo eletrônico que converte os sinais enviados pelo computador em sinais de áudio, que serão enviados ao longo das linhas telefônicas e recebidos por outro modem que irá receber o sinal sonoro e convertê-lo de volta em sinais de computador.

Mosaic
Programa de navegação na Web que pode ser utilizado gratuitamente. Criado pelo National Center for Supercomputing Applications (NCSA) dos EUA em 1993. Um dos principais programadores envolvidos na criação do Mosaic foi Marc Andreessen, hoje vice-presidente de tecnologia e co-fundador da Netscape Communications. O NCSA também licenciou o Mosaic para outras empresas, como a Spry (comprada pela Compuserve), que produz o AIR Mosaic.

MUD
Multi User Dungeon. Um jogo para vários utilizadores, normalmente presente num servidor qualquer na Internet. É uma espécie de Mundo Virtual onde se podem encontrar e interagir vários jogadores. Normalmente, passa-se tudo textualmente (nada de imagens bonitas ou sons espalhafatosos).

Multicast
Um endereço para uma coleção específica de nós numa rede, ou uma mensagem enviada a uma coleção específica de nós. É útil para aplicações como teleconferência.

Multimídia
O termo multimídia é utilizado para definir um documento de computador composto de elementos de várias mídias, como áudio, vídeo, ilustrações e texto. Também é importante que esses documentos sejam interativos, ou seja, que permitam a participação do usuário. Para ser mais preciso, utiliza-se também o termo multimídia interativa.

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z @
- N - - N -

Navegação
Ato de conectar-se a diferentes computadores da rede distribuídos pelo mundo, usando as facilidades providas por ferramentas como browsers Web. O navegante da rede realiza uma "viagem" virtual explorando o ciberespaço, da mesma forma que o astronauta explora o espaço sideral. Cunhado por analogia ao termo usado em astronáutica.

Navegador
Programa utilizado para navegar na Web. Permite utilizar praticamente todos os recursos da rede, como correio eletrônico, transferência de arquivos e acesso a grupos de discussão.

NCSA
National Center for Supercomputing Applications.

Net
Em inglês, rede. O termo é utilizado como sinônimo para Internet.

Netfind
O netfind é um serviço de localização de endereços de usuários. É preciso fornecer ao servidor de netfind o nome da pessoa e uma indicação de onde ela trabalha para que o programa tente identificar o endereço.

Netiquette (ou "netiqueta")
Conjunto de regras que disciplinam o comportamento na Internet. Ensina, entre outras coisas, como se comportar em grupos de discussão e como escrever mensagens de forma a preservar a eficiência da rede e ampliar o potencial de comunicação.

Netnews
Também chamado de Usenet News, Usenet ou apenas News.

Netscape
Um programa (browser) para o WWW. Sucessor do Mosaic e desenvolvido pela mesma equipe de programadores, o Netscape evolui rapidamente e é o browser mais utilizado na Rede.

Newbies
Como são chamados os usuários recém-chegados à rede, principalmente quando cometem erros básicos como enviar uma mensagem pessoal para um grupo de discussão. A melhor forma de deixar de ser um newbie em pouco tempo é ler as FAQs antes de fazer perguntas em grupos de discussão e conhecer a netiquette.

NOC (CO)
Network Operations Center. Um centro administrativo e técnico que é responsável por gerenciar os aspectos operacionais da rede, como o controle de acesso a mesma, "roteamento" de comunicação, etc.

Newsgroups
Newsgroups
é como são chamados os grupos de discussão da Usenet. Cada nó da rede pode oferecer cópias dos newsgroups da Usenet aos seus usuários. As mensagens dos usuários são armazenadas pelos nós, que trocam entre si as novas mensagens. Assim, os newsgroups da Usenet mantêm sempre uma base atualizada de mensagens. Para organizar as discussões, cada newsgroup é dedicado a uma assunto e organizado em uma hierarquia. Por exemplo, um nome de newsgroup é news.newusers.questions. Esse é o grupo adequado para os novos usuários fazerem suas respostas. Considera-se extrema falta de netiquette colocar perguntas fora do objetivo de um grupo. Além de news, existem as hierarquias comp (sobre computadores, bio (sobre biologia), soc (sobre aspectos sociais e culturais), misc (uma hierarquia para assuntos alternativos que não cabem em nem uma das outras), talk (para bate-papo), rec (atividades e hobbies).

NFS
O Network File System é o protocolo de compartilhamento de arquivos remotos desenvolvido pela Sun Microsystems. Faz parte da família de protocolos TCP/IP.

NIC
Sigla para Network Information Center. Um centro de informação e assistência ao usuário da Internet, disponibilizando documentos, como RFCs, FAQs e FYIs e realizando treinamentos.

NIS
Um serviço usado por administradores Unix para gerenciar bases de dados distribuídas através de uma rede.

NIS+
Versão atualizada do NIS. Acrônimo para Network Information System (NIS), é um sistema distribuído de bases de dados que troca cópias de arquivos de configuração unindo a conveniência da replicação à facilidade de gerência centralizada. Servidores NIS gerenciam as cópias de arquivos de bases de dados, e clientes NIS requerem informação dos servidores ao invés de usar suas cópias locais destes arquivos.

NNTP (Network News Transfer Protocol)
Padrão usado para a troca de mensagens dos usuários da Usenet na Internet.


Veja host.

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z @
- O - - O -
OSI
Open Systems Interconnection (OSI) é um modelo conceitual de protocolo com sete camadas definido pela ISO, para a compreensão e o projeto de redes de computadores. Trata-se de uma padronização internacional para facilitar a comunicação entre computadores de diferentes fabricantes.
On-line
Quando se está ligado pelo computador através do modem, diz-se que está on-line.
A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z @
- P - - P -

Pacote
A informação que é transmitida pela Internet é separada em pacotes. Cada pacote contém, além do conteúdo que está sendo transmitido (imagem, mensagem etc.), endereço do remetente, do destinatário e informações essenciais para que os pacotes de um mesmo arquivo sejam reagrupados no destino. O tamanho dos "pacotes" pode variar de 40 até 32.000 bytes, dependendo da rede. Normalmente menos de 1.500 bytes.

Par trançado
Cabo produzido por pares de fios de cobre trançados uns aos outros fazendo com que se cancelem os efeitos de ruídos elétricos.

Password
Senha usada para identificação do utilizador, em conjunto com o login.

Pathname
A informação que designa somente um item no servidor. Pathnames apresentam a forma volume/folder/.../name, sendo o volume o dispositivo de armazenagem (normalmente um hard disk) onde os arquivos ficam, e "folder/.../" designa uma série de pastas (ou, em se tratando de DOS e Unix, diretórios) contendo o arquivo (você também encontrará nomes na forma ~name; estes designam usuários).

PGP
Pretty Good Privacy. Programa para a codificação de mensagens, inventado por Philip Zimmerman. Uma mensagem enviada desta forma é indecifrável e só o seu destinatário a pode decodificar.

Ping
O ping (Packet Internet Group) é um programa TCP/IP usado para testar o alcance de uma rede, enviando a nós remotos uma requisição e esperando por uma resposta.

PIR (Ponto de Interconexão de Redes)
Locais previstos para a inter-conexão de redes de mesmo nível (peer networks), visando assegurar que o roteamento entre redes seja eficiente e organizado. No Brasil, os três principais PIRs estão previstos em Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo.

Pixel
Nome dado para picture element (elemento de imagem). É a menor área retangular de uma imagem. Cada pixel é uma cor diferente. Com essa combinação de cores, é possível mostrar qualquer cor. No entanto, a capacidade de mostrar todas as combinações de cores possíveis vai depender da qualidade e da configuração do monitor do usuário.

Plan file
Arquivo de texto contendo informações para que outros usuários tenham acesso através do comando finger. As informações colocadas no plan file variam desde endereço e telefone a citações e arte ASCII.

Porta
Um servidor pode ter várias portas, uma para cada serviço oferecido, como FTP, telnet, http etc. Quando o seu computador manda um "pacote" para outro computador, este "pacote" contém informação sobre o protocolo que está sendo usado, e que aplicação está se comunicando com ele.

Posting
Um artigo individual mandado para o grupo de discussão da Usenet ou o ato de mandar um artigo para o Usenet.

Postmaster
E-mail do responsável pelo sistema de correio eletrônico de um servidor de rede. O endereço do postmaster normalmente é algo como postmaster@server.com.br.

POP (Ponto de Presença)
Ponto de presença local de uma espinha dorsal (backbone) de rede. Uma rede cobre sua região de atuação através de pontos-de-presença nas principais cidades/distritos dessa região: interligados por um conjunto de linhas dedicadas, compondo um backbone.

PPP (Point-to-Point Protocol)
Um dos protocolos necessários para manter uma conexão IP através de uma linha telefônica comum. O PPP é necessário para utilizar navegadores gráficos para a Web e é bastante superior ao Slip, outro protocolo com a mesma função.

Processo
Programa a correr num determinado instante, portanto presente na memória do computador. Esta terminologia é usada em máquinas Unix, onde é possível ter vários processos a correr ao mesmo tempo.

Protocolo
Um conjunto de regras padronizado que especifica o formato, a sincronização, o seqüenciamento e a verificação de erros em comunicação de dados. Dois computadores devem utilizar o mesmo protocolo para poderem trocar informações. O protocolo básico utilizado na Internet é o TCP/IP.

Provedores (ou fornecedores) de acesso
Varejistas de conectividade à Internet. Ligados a um provedor de backbone, revendem conexão à Internet aos usuários finais.

Provedores (ou fornecedores) de backbone
Atacadistas de conectividade. Vendem acesso às empresas, que, por sua vez, comercializam o acesso para usuários finais.

Provedores (ou fornecedores) de informação
Empreendimentos que disponibilizam informações na rede para os usuários.

proxy
Um servidor (ou programa) proxy (ou com capacidades de proxy) recebe pedidos de computadores ligados a sua rede e, caso necessário, efetua esses mesmos pedidos (de HTTP, Finger, etc.) ao exterior dessa rede (ao resto da Internet), usando como identificação o seu próprio número IP e não o número IP do computador que requisitou o serviço. Útil quando não se dispõem de números IP registados numa rede interna ou por questões de segurança.

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z @
- Q -
   
A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z @
- R - - R -

readme
Leia-me. Arquivo que deve ser lido antes de se iniciar a utilização ou instalação de um determinado programa, sistema, computador, etc. Contém geralmente informações que podem poupar tempo ao utilizador que pretende fazer algo (e esse algo tem um arquivo README acessível).

reply
Resposta.

Repetidor
Um dispositivo que propaga (regenera e amplifica) sinais elétricos em uma conexão de dados, para estender o alcance da transmissão, sem fazer decisões de roteamento ou de seleção de pacotes.

RFC
Sigla para Request For Comments. As RFCs constituem uma série de documentos que descrevem como funcionam padrões, protocolos, serviços, recomendações operacionais etc. A descrição de como deve funcionar o correio eletrônico, por exemplo, é a RFC 822.

Rota (rout)
Caminho na rede feito desde a origem até seu destino.

Roteador
Dispositivo responsável pelo encaminhamento de pacotes de comunicação em uma rede ou entre redes. Uma instituição, ao se conectar à Internet, instalar um roteador para conectar sua rede local (LAN) ao ponto-de-presença mais próximo. Veja também: gateway e POP.

Realidade virtual
É qualquer uma das várias combinações de recursos de interface de usuário que permite a este interagir com o computador ou sistema, de uma maneira que tenta imitar da forma mais perfeita possível o ser humano. Pode incluir vários tipos de recursos.

RTFM
Read The Fucking Manual. Leia o &*#$% do manual. Termo utilizado para indicar a alguém que deve ler o manual, pois provavelmente fica fazendo perguntas que estão claramente respondidas.

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z @
- S - - S -

Servidor
1. No modelo cliente-servidor, é o programa responsável pelo atendimento a determinado serviço solicitado por um cliente. Todos os serviços da Internet, como archie, gopher, WAIS e WWW funcionam no modelo cliente-servidor. Para utilizar um desses serviços, o usuário precisa usar um programa cliente para acessar o servidor.
2. Referindo-se a equipamento, o servidor é um sistema que oferece recursos tais como armazenamento de dados, impressão e acesso dial-up para usuários de uma rede.

Serviço on-line
Empresa dedicada à venda de acesso ou conteúdo de uma rede de computadores. O termo serviço on-line tem sido mais utilizado para diferenciar empresas como CompuServe, America Online e Prodigy de fornecedores de acesso à Internet. Essas empresas montaram suas próprias redes e utilizam programas escritos especialmente para elas. No final de 1994, os grandes serviços on-line começaram uma transição para utilizar a infra-estrutura da Internet. Hoje, o termo já descreve qualquer tipo de empreendimento on-line, desde fornecedores de acesso até empresas que colocam conteúdo na rede.

SGML
Standard General Markup Language. Uma linguagem de descrição de páginas em hipertexto mais geral que o HTML.

Shareware
Programa disponível publicamente para avaliação e uso experimental, mas cujo uso em regime pressupõe que o usuário pagará uma licença ao autor. Note-se que shareware é distinto de freeware, no sentido de que um software em shareware é comercial, embora em termos e preços diferenciados em relação a um produto comercial "ortodoxo".

Signature
Veja Assinatura.

Site
No mundo virtual, é um lugar cuja porta de entrada é sempre sua home-page. O site da Torque, por exemplo,  fica no endereço http://www.torque.com.br

SLIP (Serial Line Internet Protocol)
Protocolo Internet bastante popular utilizado para conexões IP através de linhas telefônicas comuns. Veja também: PPP

Smileys
Convenção utilizada para transmitir o estado de espírito dos interlocutores com caracteres disponíveis no teclado. Veja Emoticons.

SMTP
O Simple Mail Transfer Protocol é o protocolo Internet usado para correio eletrônico.

SNMP
O Simple Network Management Protocol é um protocolo usado para monitorar e controlar serviços e dispositivos de uma rede TCP/IP. É o padrão adotado pela RNP para a gerência de sua rede.

Sockets
O nome da interface em Unix (originalmente, mas também já existente em outras plataformas) que implementa os protocolos TCP/IP. Uma interface é um conjunto de chamadas possíveis a bibliotecas que contém rotinas implementando determinados objetivos; neste caso, comunicação em TCP/IP.

Spam
Publicação do mesmo artigo de news em vários grupos de discussão, geralmente resultando em desperdício de espaço em disco e largura de banda nos meios de transmissão. São as mensagens de propaganda enviados sem autorização.

Stack
Programa para conexão com um servidor da rede. Para acessar a Web via linha telefônica, por exemplo, é preciso um stack de TCP/IP.

String
É uma sequência de caracteres, façam eles sentido ou não: "marluz" é um string, mas "z@x#tt!" também é. Todas as palavras são strings, mas poucos strings são palavras. Um formulário de busca pode pedir, algumas vezes, que você digite um string para a procura, o que significa que você deve definir algumas palavras-chave por onde começar a busca.

Sysop
A pessoa que opera e mantém um BBS. Abreviatura de system operator.

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z @
- T - - T -

Tag
Os tags são os códigos utilizados para criar as páginas de Web. São usados aos pares. Para colocar uma palavra em negrito, por exemplo, deve-se usar os tags <B> e </B> antes e depois da palavra. Exemplo: o trecho <B>>Brasil OnLine</B> aparece no navegador como Brasil OnLine. Veja também: HTML.

Talk
Serviço que permite a comunicação escrita on-line entre dois usuários da Internet. Veja também: chat.

TCP/IP (Transmission Control Protocol / Internet Protocol)
Conjunto de padrões da Internet que orienta o tráfego de informações e define o endereçamento e o envio de dados. Para que dois computadores se comuniquem na Internet, é preciso que ambos utilizem o TCP/IP. Permite que milhões de pessoas possam usar centenas de computadores ao mesmo tempo. Veja também: IP.

T1,T3
Padrões que representam 1.544 megabits (T1) e 45 megabits (T3) por segundo na transmissão de dados

Telnet
O telnet é um serviço da Internet para acessar outros computadores na rede. Os usuários podem usar o telnet para acessar uma conta que tenham em outro computador da rede. Um usuário que tenha uma conta em um computador da Austrália pode acessá-la do Brasil. Basta ele entrar na Internet usando uma conta no Brasil e fazer um telnet para o computador australiano. Para fazer um telnet, deve-se usar um cliente específico. O telnet também é utilizado para acessar serviços especiais na rede. São serviços que só estão disponíveis através de telnet. Quando é estabelecida a conexão via Telnet, você está no computador remoto, ou seja, é como se você estivesse usando o computador no lugar onde ele está instalado.

Terminal do servidor (Terminal sever)
Pequeno e especializado computador de rede que conecta vários terminais na LAN através de uma conexão de rede. Qualquer usuário na rede pode conectar- se a vários hosts de rede.

Transceiver
Dispositivo para conexão física de um nó de uma rede local.

Transferência de Arquivos
Cópia de arquivos entre duas máquinas via rede. Na Internet, implantada e conhecida por FTP.

thread
Dentro de um grupo de discussão, existem normalmente vários threads. Um thread representa um assunto especifico aí debatido e é composto por um ou mais artigos.

Tim Berners Lee
O investigador do CERN que definiu/inventou o protocolo HTTP e deu origem ao WWW.

trumpet
Trumpet é o nome dado aos programas que implementam e usam o TCP/IP em ambiente Windows, feitos por Peter Tattam. O mais importante é o Trumpet Winsock. Nome da firma.

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z @
- U - - U -

UART
Universal Asynchronous Receiver Transmiter. Circuito integrado responsável pelas comunicações através de uma porta serial, num computador.

Upload
Ato de transmitir um arquivo do computador do usuário para um computador remoto, usando qualquer protocolo de comunicações.

URL (Uniform Resource Location)
Padrão de endereçamento da Web. Permite que todos itens na Internet, sejam eles sites Web, páginas Web ou partes de páginas, gophers, sites ftp ou caixas de correio (mailboxes), tenham um endereço próprio, que consiste de seu nome, diretório, máquina onde está armazenado e protocolo pelo qual deve ser transmitido. Por isso se diz que cada página da rede tem sua própria URL. Um exemplo de URL é http://www.torque.com.br/
internet/glossario.htm

Usenet
Rede de grupos de discussão amplamente disseminada na Internet. A rede é formada por grupos de discussão, chamados newsgroups. Cada servidor que participa da Usenet troca as mensagens colocadas por seus usuários com os demais servidores. Assim, todo o conjunto de mensagens colocadas nos grupos de discussão está sempre atualizado. Veja também: newsgroups.

UUCP
Unix-to-Unix Copy Program é uma coleção de programas para intercomunicação de sistemas Unix. Possibilita transferência de arquivos, execução de comandos e correio eletrônico. O UUCP é o tipo de conexão mais comum entre BBSs e a Internet.

UDP
Acrônimo para User Datagram Protocol, o protocolo de transporte sem conexão da família TCP/IP, usado com aplicações como o de gerenciamento de redes (SNMP) e de serviço de nomes (DNS).

Unix
Sistema operacional que suporta um número muito grande de computadores. Com características de multi-tarefa preemptiva, criado nos anos 70, nos Bell Labs. Desde aí evoluiram muitas variantes diferentes deste sistema. É também conhecido como "o sistema operacional da Internet".

Username (Nome do usuário) ou ID
Endereço que representa uma conta pessoal num grande computador, ie.santa@north.pole.world.

uudecode
Programa para descodificar um arquivo texto e transformá-lo no binário correspondente. Juntamente com o uuencode, permite que se transfiram arquivos binários (portanto, qualquer software) através de um simples arquivo texto.

uuencode
Programa para codificar um arquivo binario e transformá-lo num arquivo texto. Juntamente com o uudecode, permite que se transfiram binários (portanto, qualquer software) através de um simples arquivo texto.

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z @
- V - - V -

V.32bis
Uma das normas estabelecidas para os modems e que define a transmissao de dados `a velocidade de 14400 bps.

V.34
Uma das normas estabelecidas para os modems e que define a transmissao de dados `a velocidade de 28800 bps.

V.Fast
Uma pseudo-norma definida pelos fabricantes de modems para permitir a transmissao de dados `a velocidade de 28800 bps. Obsoleta com a chegada da norma V.34.

V.FC - Ver V.Fast.

Veronica
Acrônimo para Very Easy Rodent-Oriented Net-wide Index to Computerized Archives; ferramenta para pesquisa no GopherSpace, o conjunto de servidores Gopher disponíveis na Internet.

Viewer
Programa que permite ver um arquivo gravado num determinado formato. Existem portanto viewers de GIF, JPEG, Postscript, etc.

VSAT
Very Small Aperture Terminal. Uma antena VSAT permite a transmissao de dados (envio e recepcao) para outra antena VSAT, usando uma parte da banda disponivel nos satelites VSAT.

VT100
Um tipo de emulação de terminal muito frequente na Internet.

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z @
- W - - W -

Waffle
Um programa que possibilita a um BBS tornar-se um site Usenet.

WAIS
Acrônimo para Wide Area Information Server, é um serviço de bases de dados distribuídas acessíveis via Internet, cuja principal peculiaridade é a conversão automática de formatos para visualização remota de documentos e dados.

WAN
Sigla para Wide Area Network, uma rede que interliga computadores separados por distâncias maiores do que um quilômetro.

Winsock
Programa que capacita o ambiente Windows a operar na Internet.

Whois
WHOIS é um banco de dados de informações sobre domínios, redes, hosts e pessoas, fornecendo um serviço de diretório de usuários da Internet.

WORM
Acrônimo de Write Once Read Many. 1. Ferramenta de busca na rede Web; 2. Verme, programa que, explorando deficiências de segurança de hosts, logrou propagar-se de forma autônoma na Internet na década de 80.

Workstation
Estação de trabalho. Computador mais possante que um computador pessoal, usado para aplicações pesadas, como aplicações gráficas. Normalmente, roda num sistema operacional Unix, que é capaz de fazer várias tarefas ao mesmo tempo.

WYSIWYG (What You See Is What You Get, em português: O que você vê é o que você tem)
Termo da indústria de computadores que indica que o trabalho que você fez na tela irá aparecer exatamente igual na impressora.

Web (World Wide Web ou WWW)
Área da Internet que contém documentos em formato de hipermídia, uma combinação de hipertexto com multimídia. Os documentos hipermídia da WWW (teia de alcance mundial) são chamados de páginas de Web e podem conter texto, imagens e arquivos de áudio e vídeo, além de ligações com outros documentos na rede. A característica multimídia da Web tornou-a a porção mais importante da Internet.

Web site
Um servidor de WWW. Contém páginas interligadas conhecidas como documentos de hipertexto (páginas de Web). Os Web sites são usados para oferecer aos usuários informações institucionais sobre uma empresa, notícias, lojas virtuais, jogos, entre outras.

WWW (World Wide Web)
Veja Web.

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z @
- X - - X -

X.25
Protocolo de roteamento muito utilizado em redes públicas de pacotes.

X.400
Um protocolo que especifica serviços do tipo store-and-forward, sendo o serviço de correio eletrônico Message Handle System (MHS) o mais conhecido deles, como parte das recomendações OSI/ISO.

X.500
É um padrão ITU-TSS/ISO para serviços de diretório eletrônico.

Xmodem
Um protocolo de transferencia de dados por modem, relativamente lento.

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z @
- Y - - Y -
Yanoff
Scott Yanoff. Um homem que se lembrou de criar uma lista (Lista de Yanoff) que contém endereços eletrônicos e indicação de outros recursos, para a obtenção de informação na Internet. Essa lista está estruturada em temas (desde Agricultura, Bioquímica, Desporto, etc.) e é regularmente atualizada. Não contém indicações para tudo o que existe na Internet (pois isso é impossível) mas pode ser de grande ajuda.
Ymodem
Um protocolo de transferência de dados por modem, com alguns melhoramentos em relação ao Xmodem.
A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z @
- Z -  
Zmodem
Um protocolo de transferência de dados por modem, com alguns melhoramentos em relação ao Xmodem e ao Ymodem, em particular, mais rápido.
 
A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z @
- @ -  
@
Pronuncia-se em inglês, "at", e encontra-se entre o nome do usuário e o domínio, num endereço eletrônico.
 

ÍNDICE Links da seção Internet
Tudo sobre a Internet | História | Internet no Brasil | Perguntas e Respostas | Glossário

Homepage

Internet

Dicas

Serviços

Tutoriais
Portfolio Propaganda Java / CGI

Mensagem

Índice
Homepage | Internet | Dicas | Serviços | Tutoriais | Portfolio | Propaganda | Java / CGI | Mensagem | Índice
Copyright © 1997 gerencia@torque.com.br Torque Comunicações e Internet
Rua dos Tecelões, 459, Joinville (SC), 89231-510, Brasil. Fonefax: +55-047-463 5330
.